Hello folks! (tradução abaixo)

So, today I woke up with over 100 notifications on Facebook (thanks everyone!). Apparently this day isn’t quite like the other. Some say it’s my birthday, some say I was brought here by aliens…….. alright, only I said that. Aaaaanyway, since this is my first birthday in Brazil and also, in over 20 years, my first birthday away from “home”, whatever that may be, it feels a bit different. For sure, I’m getting older, but at the same time, since I got to Brazil, I feel younger. A lot of it has come down to the language, which I set out to learn from scratch and crash land with into a Masters, which makes you really feel little again, like a kid. Like, right now I think my proficiency in Portuguese has maybe reached what a 7 or 8 year old Brazilian would be capable of, taking into account I am most probably able to read much better than someone at that age, but perhaps speaking slower with more errors. Speaking of which, yesterday I took my first exam completely in Portuguese (because the professor forgot to print a translation of the exam sheet), which was no problem at all. I easily read texts (at least in subjects or from situations I’m somewhat familiar with) with probably 95% comprehension and the rest inferring from context, and at a rapid pace without much thinking.

Speaking of age, I have begun my new year with being ill, which is a customary ending to semesters in general. So during the weekend I had the worst cold and yesterday I was forced to write my last exam while wondering what’s up and what’s down. Hopefully that still went well, having prepared some weeks earlier (though probably forgotten some since then). Today I’m really happy I’m completely finished with all my studies, which I can’t say for the past so many years of my earlier studies in Holland. There, school usually ends mid-July, so my birthdays would usually be spent writing essays or project reports until 6 in the morning, then go to school to give 5 presentations and then come home and study for tests. So it’s pretty chill now! And I’ll / we’ll be celebrating my birthday more when a friend gets back, as her birthday is a few days from now. Better that way so I can rest after the whole ordeal!

In other news, I’m getting ready to pack up and leave this city I’ve spent two semesters/a year in now. It’ll be tough to leave so soon, just as I have found a steady circle of friends and gotten comfortable with the place. But once a nomad, always a nomad? I sure hope not, but I guess I should keep doing this while I still can! I mean, I’m all for comfortable, but I easily also get bored and start doing nothing since I’m used to moving around and getting new impulses. Hopefully this move (to Florestal, a city near Belo Horizonte), will give a new kick and makes me discover Brazil more!


Olá gente!

Então, hoje acordei com mais de 100 notificações no Face (obrigado a todos!). Parece que este dia não for como os outros. Alguns dizem que é a minha aniversário, outros falam que fui trazido cá de alienígenas…… bem, só eu falei que sim. Enfim, já que é o meu primeiro aniversário aqui no Brasil e, também, pela primeira vez, o primeiro mesmo longe de “casa”, o que quer que seja, parece um pouco diferente. Muito é por causa da língua, que me propus a aprender do princípio e com que começar um Mestrado, que faz você se sentir pequenininho de novo, como uma criança. Tipo, agora eu acho que a minha proficiência portuguesa já alcançou, talvez, o que é capaz de alguém tendo 7 ou 8 anos, levando em conta que eu mais provavelmente consigo ler muito melhor que mesmos, mais provavelmente fala mais lento com mais erros. Falando nisso, ontem eu fiz a minha primeira prova completamente em português (pois o professor esqueceu imprimir a versão inglesa), que não foi difícil. Eu leio textos com facilidade (pelo menos nos assuntos ou situações familiares), com, provavelmente 95% compreensão e o restante inferindo do contexto, com passo rápido sem muito pensar.

Falando da idade, já comecei o ano novo estar doente, o que é, em geral, uma conclusão habitual dos semestres. Então, durante o fim de semana tinha uma gripe muito mal e, ontem, fui obrigado fazer a minha última prova enquanto me perguntando na qual planeta estou. Esperançosamente passou bem, tendo preparado algumas semanas antes (embora provavelmente esquecendo algumas coisas desde então). Hoje estou muito feliz que já terminei todas as tarefas, o que não posso falar dos tantos anos de estudos na Holanda. Lá, a escola normalmente acaba meados de julho, por isso meus aniversários costumavam estar gasto escrevendo ensaios ou relatórios dos projetos até 6 da manhã, depois ir à escola para dar 5 palestras e então voltar para casa estudar para provas. Então, é bem legal agora! E vou / vamos comemorar mais quando uma amiga voltar, pois o aniversário dela será daqui a pouco. É melhor neste jeito para que eu possa descansar depois do estresse!

Em outros notícias, estou preparando arrumar e dar o fora desta cidade onde já passou dois semestres / um ano. Será difícil ir embora tão cedo, assim como encontrei um círculo social e ficar confortável com o lugar. Mas uma vez um nômade, sempre um nômade? Espero que não mesmo, mas presumo que deveria fazer isso ainda quando consigo! Quero dizer, gosto de ser confortável, mas eu também fico entediado e começar fazer nada já que estou acostumado mudar muito e encontrar novos impulsos o tempo todo. Esperançosamente esta mudança dá-me novo interesse a descobrir mais do Brasil!

Advertisements