Hello folks! (tradução embaixo)

As the Czech proverb goes,

“You live a new life for every new language you speak. If you know only one language, you live only once.”

Last week, I did something I could not have imagined myself doing even a year ago. I held a presentation in Portuguese for the first time in my life! It was about my thesis project in general, so sure, a subject I am comfortable with… in English. It made me realise something I kind of had forgotten about.

And yes, the picture should say “you live a new life”.

By moving to Brazil and learning a new language, I have sort of started over and grown up again. Me standing there in front of my audience and monologuing away for 30 minutes about my project was an interesting feeling, as it hit me that I’m starting to feel like an adult in this language. Because, let’s face it, even if I’m an adult, not being able to communicate better than a three-year old for a long time here really turned me into a kid again!

WP_20160601_17_32_35_Pro_LI (2)
Me doing my project presentation completely in Portuguese.

 

Of course, at times, I have felt helpless too, unable to help myself to even basic tasks (and having to act out a pantomime in the middle of a bank). However, you tend to accept the situation much better if you adopt a child’s mindset in the process (shamelessly fire away any odd words that come to mind), which I am familiar with.

Now, Portuguese isn’t the only other language I speak besides Swedish. But it’s been a long time since I went through a similar process as now. As my family moved to The Netherlands in 2001, the years following were more or less what I’m in now again, but more than 10 years has passed since last time. And it sure feels refreshing!

So welcome to the Brazil-grown-up Chris!


Olá pessoal!

De acordo com o provérbio checo,

“Você vive uma nova vida a cada nova língua que fala. Se você sabe apenas uma língua, você vive apenas uma vez.”

Na semana passada eu fiz uma coisa que não podia me imaginar nem faz um ano. Eu fiz uma apresentação em português pela primeira vez na vida! É claro, foi sobre o meu projeto de tese em geral, ou seja, um assunto no que estou comfortável… só que em inglês. Isso me fez perceber alguma coisa que tinha esquecido.

Ao mudar para o Brasil e aprender uma nova língua, eu meio que comecei de novo e cresci de novo também. Foi um sentido muito interessante estar na frente da audiência e falar sem parada por 30 minutos, pois percebi, de repente, que eu estava começando a me sentir como um adulto neste idioma. Pois, sejamos realistas, mesmo se eu sou um adulto, não sendo capaz de comunicar melhor do que uma criança de três anos por muito tempo realmente me tornou uma criança de novo!

Certo, às vezes me senti desamparado, sendo incapaz de ajudar eu mesmo até com tarefas básicas (sendo forçado a fazer uma pantomima no meio num banco). Porém, tende a aceitar a situação muito mais se adotar uma mentalidade de uma criança (só falar qualquer palavra que vem a mente, sem vergonha), o que não é novo para mim.

No entanto, português não é o único outro idioma que falo além de sueco. Mas tem sido muito tempo desde que passei pelo um processo parecido como agora. Uma vez que a família minha mudou-se à Holanda em 2001, os anos seguintes foram bem similar como agora, mas faz mais que 10 anos desde a última vez. E, com certeza, a sensação é refrescante!

Então, sejam bem-vindos ao Chris adulto brasileiro!

Advertisements